segunda-feira, 30 de abril de 2018

A vida moderna de Wellington - Canto e encanto

A vida moderna de Wellington - Canto e encanto
Meu nome é Wellington, e assim como Elba Ramalho, estou de volta pro meu aconchego, trazendo na mala duas histórias.

O Flautista de Hamelin
Durante os tempos áureos da adolescência tentei me tornar um músico profissional, afinal de contas, já costumada cantar aberturas de animes e "Remember The Time", isso me soava como não estar na estaca zero.

Graças ao meu skillset limitado, exclui instrumentos cujo uma boa coordenação motora seria necessária e resolvi apostar naquele que toda e qualquer criança parece ser apta a aprender: a flauta doce. Minha intenção era dar vida a banda Flagui, que consistia em: esse que vos fala na flauta de plástico, Mestre na guitarra e Sentimental na caixa de lixo, nosso nobre cajón improvisado.

Comecei minha jornada aprendendo a clássica "Asa Branca", que além de já vim em um papelzinho junto com o instrumento, era a coisa mais simples do mundo. Meu status atual na canção, mais de cinco anos depois, é "quando o". Nem mesmo a nota que completa a frase "quando olhei" eu consegui aprender.

Creio que seja desnecessário informar que a banda sequer teve início.

Eco profissional
O ano era 2006, pouco antes da Copa do Mundo, e o colégio teve abrilhante ideia de pedir para que crianças de 10 a 12 anos compusessem músicas para representar nossa torcida pela seleção brasileira.

Desde pequeno meus amigos já notavam em mim uma certa habilidade especial, decidindo assim me incumbir a importante tarefa de eco. Meu papel era repetir três palavras incansavelmente, enquanto os outros membros cantavam todo o resto. Deixo a seguir a estrutura da letra e seus devidos intérpretes.

Grupo: Vem ver o colégio torcendo.
Eu: Vem!
Grupo: Para o Brasil ganhar. O Brasil vai ser campeão.
Eu: Vai!
Grupo: Rumo ao hexa ele está.
Eu: Tá!

Sabe qual a parte importante? Ganhei a mesma nota que todos os outros. Ao menos os coordenadores e professores souberam apreciar minha arte.

Vou ficando por aqui, preciso voltar aos meus exercícios vocais. (gritar com meu sobrinho por ele usar minha escova de dentes)

   Blog Zona do Guaxinim.