sexta-feira, 18 de outubro de 2019

12 notebooks para você ficar de olho na Black Friday

12 notebooks para você ficar de olho na Black Friday
Um dia após o feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos, acontece o maior evento do comércio mundial. A data perfeita para adquirir aquele produto dos seus sonhos com um valor inimaginavelmente baixo, comparado a qualquer outro dia do ano. Quem sabe até, sair por aí caçando algo que você nem imaginava que deveria ter (um brinde ao consumismo, meus queridos).

Entre os produtos mais procurados na Black Friday, estão os computadores e notebooks. Afinal, amantes da tecnologia nunca estão satisfeitos com seus setups atuais, havendo sempre aquele processador recém-lançado, ou memória ainda mais veloz, aguardando compra o mais rápido possível. Poder aliar estes desejos com valores promocionais, não tem preço... ou tem, com o perdão do trocadilho!

Pensando nisso, que tal ficar por dentro do que há de melhor no mercado para que, no dia 29 de novembro, você esteja a postos? Nossa lista reúne 12 dos melhores notebooks do mercado, para gamer nenhum colocar defeito. Os processadores mais potentes da geração atual, HDs e SSDs prontos para armazenar as pesquisas da NASA sobre o solo marciano, e o melhor, opções variadas para todos os gostos e bolsos!

Como diria Jigsaw: "Que comecem os jogos!"

1. Samsung E30
Samsung E30
Figurando como uma das melhores opções abaixo da casa dos R$ 2 mil, a máquina mais modesta da lista possui tela Full HD, processador Intel Core i3 (7ª geração) e 4GB de RAM. O suficiente para começar a brincadeira.

2. Asus X510UA
Asus X510UA
Subindo um pouco o patamar, o processador agora é i5, 8ª geração mais precisamente, memória de 8GB, 1TB de HD e toda garantia que um Asus pode oferecer. Excelente para quem anda com a carteira meio murchinha, porém ainda assim pretende investir em um novo notebook.

3. Acer A315-41G-R87Z
Acer A315-41G-R87Z
Para os fanboys da AMD, eis a melhor opção na faixa intermediária!

Munido de um AMD Ryzen 5 2500U e 8GB de RAM, além da placa de vídeo dedicada Radeon 535 com 2GB, o nível começa a chegar em games um pouquinho mais recentes e "pesados".

4. Vaio C14
Vaio C14
Seu diferencial fica por conta do armazenamento, composto por um SSD de 128GB, excelente para sua faixa de preço no mercado nacional, que oscila por volta dos 2k. Adicione seu processador i3 de 2,1 GHz e 4GB de memória para descobrir o motivo dessa belezinha estar por aqui dando o ar de sua graça.

5. Acer A515-52G-58LZ
Acer A515-52G-58LZ
Todo poder de uma GeForce MX130 de 2GB garante o desempenho dessa máquina, momentaneamente pela casa dos R$ 3 mil (vamos aguardar a sexta-feira muito louca, não é mesmo?!). O processador é um Core i5 e a memória composta por 8GB de RAM.

6. Asus F570ZD
Asus F570ZD
Voltamos aos processadores da AMD, especificamente um Ryzen 5 2500U, que aliado a uma GeForce GTX 1050 com seus 4GB de memória dedicada, vem fazendo um belo estrago na concorrência.

7. Acer AN515-51-78D6
Acer AN515-51-78D6
Chegamos ao momento em que "notebook gamer" é adicionado aos títulos internet afora. Intel Core i7 7700HQ (7ª geração), placa de vídeo GeForce GTX 1050 Ti com 4GB e, como não poderia ser diferente, um valor mais salgadinho, por volta dos R$ 4.500 mil.

8. Acer G3-572-75L9
Acer G3-572-75L9
O bolso anda pesadinho e permitindo investir acima da casa dos 5k? Cogite essa beleza da Acer, parte da linha Predator Helios 300, uma das mais poderosas voltada para gamers.

Além do processador i7 e 16GB de RAM, o aparelho conta ainda com uma GeForce GTX 1060 de 6GB de memória dedicada.

9. Lenovo Legion Y720
Lenovo Legion Y720
Teclado retroiluminado com dois níveis de ajustes, processador i7, GeForce GTX 1060 e SSD de 128GB. Quer mais? O sistema de alto-falantes da JBL deve ser suficiente para te convencer a dar boas chances ao brinquedinho da Lenovo!

10. Acer Nitro 5
Acer Nitro 5
Considerado um ótimo custo-benefício no mercado de notebooks games, seu processador Core i5 de alto desempenho, placa de vídeo GeForce GTX 1050 e 8GB de memória RAM DDR4 merecem um belo lugar ao sol. Vale destacar também os alto-falantes Dolby Audio e a tela Full HD de 15,6 polegadas.

11. Dell G7
Dell G7
Fugindo do padrão chamativo encontrado nesse tipo de equipamento, seu design permite um uso ainda mais amplo, sendo perfeito para profissionais das mais diversas áreas.

Mas os gamers de plantão não precisam se preocupar, pois com relação às configurações, olha só o peso: 16GB de RAM DDR4, HD de 1TB, SSD de 256GB e placa de vídeo dedicada GeForce GTX 1060 de 6GB.

12. Avell G1555
Avell G1555
No topo da cadeia alimentar, rodando de tudo e mais um pouco, independentemente do nível gráfico solicitado pelo game em questão, temos o alto desempenho de um Avell.

Tela Full HD, teclado retroiluminado para a galerinha viciada em RGB, SSD M.2 de 512GB, i7 9ª geração e uma GeForce GTX 1660TI (6GB). Tanto poder joga seu preço para quase R$ 7 mil.


Conteúdo bônus: sobre a Black Friday

A história por trás dessa data é bem controversa, sendo que a teoria mais aceita está relacionada aos policiais da Filadélfia na década de 60, que se referiam ao trânsito da cidade um dia após o feriado do Dia de Ação de Graças. De algum modo, a expressão se expandiu e tornou-se uma enorme tradição relacionada às ofertas no local. Agora, saber como isso se espalhou pelos quatro cantos dos Estados Unidos já são outros 500!

Outra versão repassada com frequência é que o termo vem dos donos de fábricas na década de 50, sobre nenhum funcionário comparecer no trabalho após o feriado. Enfim, jamais saberemos qual a verdadeira história por trás desse hype de todo novembro!

Experiências

Nunca fui muito de aguardar até a data para comprar produtos, estivesse ela próxima ou não. Foi em 2015, optando por morar sozinho coincidentemente no final de setembro, que puder realmente descobrir os poderes mágicos desta sexta-feira de novembro e tudo que ela tem a nos oferecer.

Comprei pouquíssimas coisas logo na mudança, guardando uma graninha daora para a Black Friday. Ah, e vale o detalhe de que fiz todo o dever de casa criando certas listas, divididas por nível de prioridade, com aquilo que estava precisando ser comprado para a nova casa. Pois é, sou extremamente organizado a esse ponto.

Tiro e queda, rapeize. Economizei, em uma matemática bem grosseira, uns 40% do que havia planejado gastar, o que me permitiu adquirir alguns bons jogos na Steam e porcarias a torto e a direito. Pude garantir o que havia de necessário para casa, como certos móveis, eletrodomésticos e utensílios, além de gadgets bem secundários, sem ficar completamente liso. Foi aí que passei a cultivar o hábito de aguardar a melhor hora para comprar algo.

Em contrapartida a tudo isso, acabei me tornando o maior consumidor de coisas inúteis e de valor irrisório da face da terra, apenas pelo fato do valor promocional. Três batatas por R$ 10? Só hoje? Olha só, tenho que comprar!

Apesar de ser uma mania bem infantil, equilibrando com o lado organizado e responsável, dá sim para manter esse vício em pequenas promoções. E só para constar, compensa bastante, já que a tal batata custa R$ 3 e só a economia do monitor do PC, garantido na Black Friday KaBuM!, foi de R$ 170... vai ter que rolar muita porcaria para nivelar a balança e começar a se tornar um fardo!

Aproveitamos a deixa da experiência compartilhada logo acima para conversar com algumas pessoas próximas, passando o bastão para suas histórias relacionadas ao tema. Vamos conferir o que nos foi dito?


"Vida de estudante de medicina, quando liso, é complicada... não há tempo para trabalhar, apenas estudar, estudar e estudar. A minha técnica com relação ao Black Friday é a seguinte: se não conseguir comprar algo até julho, já era, vai esperar novembro finalmente chegar. Acabei por poupar uns bons trocados assim, hein?! Inclusive, com livros do curso, que chegam a custar bagatelas entre R$300 e R$500 em um dia qualquer.

Ano passado a melhor aquisição foi justamente um guia de medicina hospitalar, que consegui por R$110, quando anteriormente custava R$245. Como não amar?

Já estou inclusive pensando no futuro, nos livros que utilizarei durante a especialização. Provavelmente garanto pelo menos dois este ano. O valor é bem salgadinho, já que são para formados, porém o estudante precavido aqui vai torcer para que caiam o suficiente e me permitam comprá-los.

Outras boas aquisições recentes foram roupas compradas online, responsáveis por substituir minhas camisas horríveis com as golas mais esticadas do que sei lá o que!"
Wellington, 25.


"Não esperava conseguir um item específico assim em uma data tão comercial. Falo da minha coleção de CDs do Iron Maiden. Consegui por R$170 a menos do que quando havia olhada pela última vez.

Ainda no esquema da descrença, acabei descobrindo que uma loja razoavelmente pequena, onde compro camisetas de rock frequentemente, aderiu à brincadeira em 2015. Desde o ano seguinte, aproveito a oportunidade e pego quatro pelo preço de três!"
Carlos Henrique, 29.


"Ano passado, basicamente montei um escritório! Mesa, cadeira e um monitor maior, tudo comprado na mesma loja, o que facilitou ainda mais a vida útil da minha carteira virtual no PayPal.

Além do fato de que o valor já estava bem abaixo da média, ainda rolou desconto e frete grátis pelo montante."
Eduardo Oliveira, 25.


"Steam é a minha segunda casa. Aproveito as promoções para comprar os lançamentos dos anos passados a preço de banana. Em 2018, fui de Assassin's Creed IV: Black Flag, Magicka, Broforce, Castle Crashers e Left 4 Dead 2. Gastei menos do que custava apenas o primeiro dos jogos citados.

O planejamento segue o mesmo para 2019. E a expectativa é conseguir o tão sonhado Skyrim!"
Vinícius Oliveira, 18.


"Já aproveitei duas vezes: na primeira delas peguei um tablet da Samsung, e na seguinte, alguns tênis e camisetas de clubes. Este ano, por coincidência, devo apelar para um notebook novo e, se a crise (do meu bolso) deixar, um bom monitor com pelo menos 19 polegadas para utilizar em conjunto. Sonhando alto, pego até mesmo dois idênticos para dar aquele charme na bancada."
Lucas Santos, 22.


Conclusão

Independentemente do setor ou produto: barra de chocolate, boné, suplemento ou um computador ultra moderno, não importa. A dica é economizar agora para economizar mais tarde, por mais estranho e dúbio que isso possa soar. Não vale a pena matar aquele desejo consumidor agora, já, a troco de pagar talvez o dobro do valor que pode estar pouco tempo na frente.

A ideia é simples e direta: deixar de pagar mais caro em algo no mês de outubro, segurar as pontas, e aproveitar logo na sequência. Aquele abraço, meus caros e baratos!

   Blog Zona do Guaxinim.